Caiu no golpe do empréstimo consignado? Veja o que fazer

O golpe do empréstimo consignado é cada vez mais comum. Se você notar algum desconto no valor que recebe de aposentadoria ou pensão, pode ser que alguém tenha feito um consignado em seu nome e deixou a conta para você pagar.

Ou, então, se você notar que entrou na sua conta um valor que não reconhece, é provável que uma instituição bancária liberou um empréstimo consignado sem que você tenha solicitado.

Leia também:

Trocar a dívida cara por empréstimo consignado pode aliviar nos juros 

Cuidados com empréstimos via internet para não cair em golpes

Conheça as garantias para empréstimo e financiamento

As duas situações, portanto, são consideradas práticas fraudulentas e você deve tomar providências rapidamente.

O Procon-SP identificou que o recebimento de empréstimos não contratados é um dos motivos para o aumento de 249% das reclamações sobre consignados entre janeiro e maio de 2021, em relação ao mesmo período do ano passado. No período foram 4.679 queixas em 2021, contra 1.341 em 2020.

O que é empréstimo consignado

É uma modalidade de empréstimo que tem suas parcelas descontadas do salário ou do benefício do INSS.

Assim, por ter garantia de pagamento e quase nenhum risco de inadimplência, os juros costumam ser bem menores do que o do mercado.

Podem contratar empréstimo consignado aposentados e pensionistas do INSS, assim como servidores públicos federais, estaduais e municipais. E, também, trabalhadores CLT e militares das Forças Armadas.

Como é o golpe do empréstimo consignado

Como dito acima, são duas situações em que pode ocorrer o golpe.

Quando entra dinheiro em sua conta sem que você tenha solicitado, provavelmente o banco te liberou o dinheiro e informou ao INSS uma suposta contratação de um determinado valor. Além disso ele divide o total em até 72 parcelas, cobrando juros. Isso pode significar que você tenha de pagar até o dobro da quantia incialmente liberada.

Já quando terceiros fazem o empréstimo consignado em seu nome, provavelmente eles obtêm suas informações pessoais de alguma forma e a usam para obter a liberação do dinheiro.

Neste tipo de golpe, muitas vezes os idosos são os principais alvos das quadrilhas especializadas.

Os criminosos fazem abordagens aos idosos por telefone, como se fossem funcionários do INSS. Pedem documentos ou solicitam troca de senha bancária, entre outras práticas.

Em alguns casos, os criminosos obtêm os dados por vazamento de informações do consumidor que fez um cadastro em uma loja ou num mercado.

Como saber se eu caí no golpe

Ao entrar dinheiro na sua conta que você não pediu ou perceber que seu benefício teve algum desconto que desconhece:

•          Acesse o site “Meu INSS”;

•          Na página inicial, selecione a opção “extrato de empréstimos consignados”;

•          Baixe o documento disponibilizado em formato de PDF;

•          Confira se há algum desconto referente a empréstimo consignado.

Uma outra forma de conferir é acessar o Registrato. Este é um sistema do Banco Central que reúne informações sobre seu relacionamento com as instituições financeiras, operações de crédito e câmbio. Se houve empréstimo consignado em seu nome, vai estar registrado lá.

O que fazer se sofrer golpe

•          Procure a instituição financeira responsável e peça o cancelamento;

•          Apresente ao banco RG, CPF, comprovante de residência e os extratos bancários ou contracheque de benefícios do INSS que comprovem os descontos referentes ao empréstimo;

•          Solicite cópia do contrato, valores envolvidos, parcelas debitadas;

•          Não deixe de registrar um BO numa Delegacia de Polícia (pode ser online);

•          Comunique a ouvidoria da Previdência Social do INSS pelo número 135;

•          Você pode também acionar o Banco Central pelo site ou pelo número 145;

•          Registre uma reclamação na plataforma http://www.consumidor.gov.br/, da Secretaria Nacional do Consumidor, do Ministério da Justiça.

Quais são seus direitos

Confirmado o golpe do empréstimo consignado, em princípio, por ser um contrato ilegal, você tem direitos garantidos pelo Código de Defesa do Consumidor.

Entre eles, pedir o cancelamento sem nenhum ônus. Por causa da irregularidade, poderá exigir a devolução das parcelas descontadas de seu benefício ou salário.

Dicas para não ser uma vítima

•          Nunca informe seus dados pessoais e bancários por telefone nem a estranhos;

•          Se precisar ir ao banco, tenha sempre um acompanhante de confiança;

•          Não aceite ajuda de desconhecidos em caixas eletrônicos;

•          Evite usar o caixa eletrônico a noite;

•          Não deixe sua senha bancária junto com o cartão.

.

Entenda seu Score

Aqui mesmo no site Consumidor Positivo da Boa Vista você pode acompanhar seu Score e saber como é visto pelo mercado de crédito. Tem também informações de como melhorar sua nota de crédito. 

Então, não perca tempo! Entre para saber a sua nota de crédito!

Consulte grátis seu CPF e SCORE
Comece agora uma nova vida financeira

Posts relacionados