Perigo: não use a mesma senha em todos os sites

É comum o uso da mesma senha em vários sites, serviços e redes sociais. Alguns consumidores, às vezes, utilizam a senha do aplicativo do banco para cadastro em sites de compras on-line, por exemplo.

Sem contar as pessoas que usam senhas fáceis de adivinhar, como 123456, ou a sua data de aniversário, ou a de um parente. Outros utilizam o nome do pet. E há até quem coloca como senha parte do número do telefone, apesar dos inúmeros alertas para não fazer isso.

Leia também:

Golpes pelo WhatsApp: saiba se defender

Cuidados com golpes e fraudes na internet durante a pandemia

Recebeu algum link no WhastApp? Cuidado! Pode ser golpe

Saiba como é aplicado o golpe do entregador

Afinal, todas as senhas citadas acima são mais fáceis de decorar. Mas, também, mais fáceis de serem roubadas.

Golpistas se aproveitam de senhas fracas

Se você é uma dessas pessoas que não se preocupam em ter senhas fortes, antes de mais nada saiba que, com os constantes vazamentos de dados, isso é um perigo para a sua segurança.

Golpistas podem acessar a sua conta corrente ou fazer compras em lojas on-line. Neste último caso, com toda a certeza, a conta é você quem paga.

Agora, se acessaram sua conta corrente e transferiram dinheiro dela, você arcará com o prejuízo, já que o sumiço do valor ocorreu com o uso da senha. Portanto, os bancos não devolvem os valores subtraídos dessa forma.

Se você não quer ser uma vítima e ficar com as finanças no vermelho, veja as dicas do Consumidor Positivo de como criar senhas fortes e onde guardá-las!

Aproveitamos para explicar o que é autenticação de multifatores, que pode dificultar o acesso de golpistas ao seu banco ou às lojas virtuais em que você costuma comprar.

Como criar senhas fortes

Uma senha forte deve ter, no mínimo, 12 caracteres. Coloque letras maiúsculas, minúsculas, números e símbolos.

Para cada local on-line ou aplicativo que você necessitar de senha, crie uma nova. É importante também, periodicamente, trocar por novas combinações de números, letras e caracteres.

Utilize a biometria

A biometria pode ser mais útil do que as senhas. Então, onde for possível, opte por ela.

Muitos aparelhos celulares aceitam o reconhecimento biométrico. Assim como em inúmeros aplicativos de bancos é possível fazer o login por meio da biometria.

Se você usar a biometria para os aplicativos bancários, nunca deixe o aparelho desbloqueado. Isso pode favorecer os golpistas. Rapidamente eles trocam a biometria do seu celular e acessam tudo mesmo sem a senha.

Armazenamento de senhas

O local mais seguro para guardar as senhas é com um software de gerenciamento de senhas. Há vários disponíveis nas lojas virtuais e o próprio Google tem o seu gerenciador de senhas.

Você pode anotá-las também em um papel, para quando você estiver offline, desde que guarde em lugar bem seguro, que só você tenha acesso. Nada de deixar perto do computador ou na capinha do celular, por exemplo.

Autenticação multifator

Cada vez mais se faz necessário ter a autenticação multifator no acesso às suas contas. Esta é uma dica de segurança que deve ser observada, conforme especialistas em segurança digital.

Ter autenticação multifator evita que terceiros invadam seu celular, por exemplo.

Ou seja, ela comprova que você é você mesmo

Você pode optar para ser o segundo fator um número de PIN, uma outra senha, token ou aplicativo de segurança, impressão digital, reconhecimento facial.

Evite que este segundo fator seja enviado para seu e-mail ou qualquer serviço de mensagem. Se seu celular não estiver em seu poder, quem estará de posse dele poderá ter acesso a este segundo fator.

Compartilhamento de senha

Senha é algo pessoal. Nunca compartilhe com ninguém, nem mesmo com familiares.

Outra dica importante é que se você precisar informar para alguém sua senha, jamais faça isso usando WhatsApp, telefone, redes sociais.

Golpes que pedem senhas

Infelizmente, muitas pessoas ainda caem no golpe do falso motoboy. O método dele já é muito conhecido, mas vale a pena relembrar. Alguém liga para você se passando por um funcionário do seu banco. Nesta ligação diz que seu cartão foi clonado e você precisa digitar sua senha no telefone. Por fim, pede para você quebrar o cartão e entregar a um motoboy que irá até você.

Com a senha digitada no telefone e o cartão, mesmo partido ao meio, os golpistas fazem a festa. Conseguem realizar inúmeras transações com o seu dinheiro.

Aplicativo Boa Vista

Você já baixou o aplicativo da Boa Vista em seu celular? Então entre na loja de aplicativos e faça isso rapidinho!

Nele você terá na palma da sua mão o seu Score e saberá quais informações suas estão no Cadastro Positivo.

Poderá também consultar se tem dívidas vencidas, cheques devolvidos e protestos.

Outras vantagens são negociar suas pendências financeiras e solicitar empréstimos.

Consulte grátis seu CPF e SCORE
Comece agora uma nova vida financeira