Cadastro Positivo: o que você precisa saber sobre o que vem por aí.

Já está no Senado uma proposta de lei que mudará a forma como você vai participar do Cadastro Positivo. Hoje, é preciso solicitar a participação e, a partir daí, o mercado poderá conhecer seus hábitos de pagamento e você terá a oportunidade de se mostrar um bom pagador.
Se essa nova lei for aprovada, o CPF de todo cidadão será incluído automaticamente no Cadastro Positivo, sem a necessidade de se cadastrar nele. Com mais pessoas no Cadastro Positivo, o consumidor terá mais chances de conseguir crédito, juros mais baixos e opções variadas de parcelamento. Tudo isso porque os dados sobre débitos não serão mais as únicas informações relevantes para os credores.

Qual a diferença entre ter ou não ter o Cadastro Positivo?

Imagine uma conta que você tenha esquecido de pagar, por exemplo. Foi por acidente, você nunca atrasou um pagamento sequer, mas por causa dessa única conta, a empresa notificou e seu nome ficou “sujo”. Por causa disso, seu acesso a crédito fica limitado.
O Cadastro Positivo é o histórico de suas contas pagas e está justamente aqui a diferença: as empresas passam a enxergar se você quita suas dívidas em dia e consideram essa informação também na hora de avaliar seu perfil antes de conceder ou não o crédito solicitado.

Se você quiser saber mais e experimentar o Cadastro Positivo, participe acessando aqui.
Você também poderá ver mais informações sobre a mudança de lei do Cadastro Positivo no Portal G1: https://goo.gl/ZWdhFW

Consulte grátis seu CPF e SCORE
Comece agora uma nova vida financeira

Posts relacionados